/images/banners/minas_on_line/minasonline.jpg

Fhemig empossa sua primeira presidente

 

A presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), Vânia Maria Souza Melo Pinto da Cunha, foi empossada pelo secretário de Estado de Saúde, Nalton S. Moreira da Cruz, na presença de várias autoridades da gestão pública. A solenidade aconteceu nesta terça-feira (08/05) no auditório do Hospital João XXIII.

O secretário Nalton Cruz abriu as falas, agradecendo ao antecessor de Vânia Cunha, o ex-presidente Tarcisio Dayrell Neiva, a condução da gestão “com maestria”. Ao se dirigir à nova presidente, Nalton lembrou que ela irá contar “com uma equipe de profissionais qualificados na Fhemig, que é um importante complexo hospitalar com grande resolutividade para o Estado, por meio de sua sustentabilidade e eficiência. Os servidores da Fhemig são um orgulho para o Estado”.

Transmitindo seu cargo, o ex-presidente Tarcisio Dayrell Neiva também se referiu aos servidores ao agradecer a receptividade, o apoio e o encorajamento que o fizeram cumprir seu papel frente à Fundação. “Graças ao esforço e envolvimento de todos que conseguimos melhorar os resultados e, com pouco investimento, implantar ações importantes para a manutenção da qualidade dos serviços prestados pelos hospitais da Fhemig”, lembrou.

A atual presidente da Fhemig é servidora pública de carreira, com 35 anos de atuação, dos quais 20 em cargos de direção. Anteriormente, como foi lembrado pelo vice-presidente Alcy Moreira dos Santos Pereira, ela foi membro do Conselho Curador da Fhemig, onde pôde acompanhar ações e contribuir para atender às demandas da Fundação.

Vânia Cunha apresentou a dimensão da sua gestão, citando os dados da Fhemig apurados em 2017. Foram quase 300 mil consultas de urgência, mais de 26 mil cirurgias, 2.484 leitos de internação, 257 leitos de cuidados intensivos e 297 mil consultas eletivas realizadas nas 21 unidades hospitalares (incluindo o MG Transplantes). Segundo ela, esses números foram construídos pelos 13 mil profissionais da Rede, com trabalho, competência e dedicação.

“Trabalho com transparência, primo pela ética em tudo o que eu faço e sei da responsabilidade atribuída a quem está à frente da direção dessa grande instituição que é a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais”, afirmou a presidente da Fhemig.

Ao falar sobre as diretrizes de sua gestão, a presidente enfatizou: “Buscarei, mais do que ações corretivas nos desafios diários, desenvolver, sobretudo, os processos que consolidem procedimentos para que essas ações não sejam necessárias novamente. Esse será o meu norte e a forma que irei trabalhar com esta valorosa equipe, motivando os colegas, aperfeiçoando os processos e modernizando sempre que possível. Quero levar a Fhemig a um novo patamar”, concluiu.

FHEMIG nas redes sociais

   Twiter Facebook   

 ouvidoria

Acesso Rapido