Centro Psíquico da Adolescência e Infância

Endereço
Rua Padre Marinho, 150
Bairro: Santa Efigênia
Município: Belo Horizonte
CEP 30140-040

Horário de funcionamento
Pronto Atendimento 24h

Linhas de ônibus
SC01 A, SC02 A, SC02 B, SC04 B, 9030, 9101, 9201

Telefone
(31) 3235-3000 

Quadro de direção
Diretor
Fernando Libânio
e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Serviços
1. Atendimento de urgência psiquiátrica infanto-juvenil

Histórico

O Centro Psíquico da Adolescência e da Infância (Cepai), localizado no bairro Santa Efigênia, em Belo Horizonte, foi assim denominado em 2007, por ato da presidência da Fhemig, para atender solicitação do corpo clínico que demonstrou que a denominação “Centro Psicopedagógico” não correspondia à missão da unidade assistencial, referência em psiquiatria da infância e da adolescência.
O nome Centro Psicopedagógico teve seu marco histórico e político-assistencial em 1980, com a fusão da Unidade de Psicopedagogia ao Hospital de Neuropsiquiatria Infantil. Este estreitamento da Psiquiatria e das dificuldades de aprendizagem se manteve até meados dos anos de 1990.
Durante quase quatro décadas, a instituição passou por numerosas transformações de direcionamento clínico e assistencial, motivadas pelo movimento da reforma psiquiátrica, pela diversidade dos profissionais da saúde mental, e consequente multiplicidade de intervenções e alternativas no tratamento psiquiátrico de crianças e adolescentes.
O Centro Psíquico da Adolescência e da Infância é referência em Minas Gerais, e no município de Belo Horizonte, na atenção em saúde mental da criança e do adolescente, para os casos de maior complexidade, bem como centro de excelência e referência nacional na formação de profissionais da rede SUS.


Missão
Assegurar e promover com excelência o acolhimento, o tratamento e a inclusão social de crianças e adolescentes, com assistência ambulatorial secundária e hospitalar aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Visão
- Tornar-se referência na assistência em serviços de saúde mental;
- Organizar, em âmbito municipal e estadual, as ações na área da saúde mental;
- Compartilhar experiências bem sucedidas entre as diversas esferas;
- Construir e incentivar modalidades alternativas de tratamento em saúde mental;
- Promover a integração dos campos do saber envolvidos na assistência em saúde mental da infância e da adolescência.

Perfil Assistencial

• Serviço de urgência em psiquiatria.
• Serviço de atendimento à crise em psiquiatria, neurologia, psicologia, terapia ocupacional, serviço social, fonoaudiologia, e fisioterapia.
• Dispositivos de tratamento: alojamento conjunto, leito-crise, permanência-dia, oficina terapêutica, ambulatório e lar abrigado.