Casa de Saúde São Francisco de Assis

Endereço
Fazenda da Lagoa, S/Nº
Bairro: Zona Rural
Município: Bambuí
CEP 38900-000

Horário de funcionamento
Segunda a sexta-feira, de 7 às 17 horas

Linhas de ônibus
Comunidade São Francisco de Assis/Fhemig

Telefone
(37) 3431-6600

Quadro de direção
Diretor
Fabrício Giarola Oliveira
e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Perfil assistencial
Atendimento ambulatorial

Especialidades
• Ortopedia
• Clínica Médica
• Hansenologia
• Ginecologia
• Odontologia (bucomaxilofacial)
• Pequenas cirurgias

Reabilitação
• Ambulatório de reabilitação física com atendimento multiprofissional (Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia, Nutrição e Terapia Ocupacional) em reabilitação física.
• Sapataria especializada em calçados ortopédicos.

Atendimento hospitalar
• 19 leitos de clínica cirúrgica
• Bloco Cirúrgico: cirurgias ortopédicas, ginecológicas e bucomaxilofacial.
• 47 leitos de clínica médica

Atendimento asilar
• 235 leitos asilares

Atendimento domiciliar
• Aos pacientes portadores da hanseníase (asilares).

Serviços de apoio
• CME
• Laboratório
• Farmácia
• Serviço de Raios-x
• Eletrocardiograma
• Lavanderia
• Manutenção
• Serviço de Nutrição e Dietética
• Transporte

Serviços
1. Atendimento ambulatorial em reabilitação física

Histórico

O Sanatório São Francisco de Assis, da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), foi fundado em 23 de março de 1943. Seu objetivo era atender e isolar pacientes portadores da hanseníase que viviam nas regiões Oeste e Sudoeste de Minas Gerais, e Sul de Goiás, de forma complementar às ações em saúde da Colônia Santa Izabel, localizada em Betim.
Em 2007, o Sanatório São Francisco de Assis foi redenominado como Casa de Saúde São Francisco de Assis (CSSFA), tendo como objetivo se tornar um hospital de referência regional em reabilitação e atenção ao idoso, com atendimento de qualidade, no âmbito das transformações experimentadas pelas antigas colônias, com redefinição de seu papel assistencial no Sistema Único de Saúde (SUS).
Atualmente, a CSSFA atende, trata e abriga 295 ex-pacientes portadores da hanseníase. Objetivo definido há sessenta anos, quando o confinamento dos doentes acometidos pela hanseníase era adotado como forma de controle da endemia. Com o advento da poliquimioterapia, a hanseníase tornou-se curável e de tratamento ambulatorial.
Na atualidade, o hospital dispõe de internações em clínica médica e clínica cirúrgica, presta serviços ambulatoriais em diversas especialidades médicas, reabilitação e de apoio diagnóstico (exames laboratoriais e radiológicos).

Missão
Prestar atendimento hospitalar na microrregião de Bambuí, com ênfase em cirurgia ortopédica e reabilitação, mantendo seu compromisso de atenção integral às pessoas atingidas pela hanseníase.

Visão
- Tornar-se hospital de referência regional em ortopedia e reabilitação;
- Tornar-se pioneiro na assistência e pesquisa em reabilitação e atenção ao idoso.